Cinthe-Tur

Solicitar Orçamento

Dólar: R$ 4,07 Euro: R$ 4,72
Atualizado em 19/07/2018

A NOITE DE 16 DE JANEIRO – 22/07/2018

R$ 120,00

SOBRE O ESPETÁCULO

Jô Soares volta aos palcos, comemorando seus 80 anos, como juiz do Tribunal do Júri, em espetáculo cujo nome coincide com sua data de nascimento e que conta com participação de 12 pessoas da plateia no Conselho de Sentença.

A Noite de 16 de Janeiro, da filósofa russo-americana Ayn Rand, é uma peça que se passa em 1934 e encena o julgamento de um homicídio. O Tribunal do Júri é apresentado ao caso de Andrea Karen, ex-secretária e amante do empresário Bjorn Faulkner, acusada de seu assassinato. A peça não retrata, de forma direta ou sequencial, os eventos que levaram à morte do empresário. Ao invés disso, os jurados e a plateia devem confiar nos testemunhos das personagens para decidir se Andrea Karen é culpada ou inocente. O final do espetáculo dependerá deste veredicto. Há duas possibilidades de final: Andrea Karen é considerada culpada ou absolvida, conforme decisão do Conselho de Sentença formado por 12 pessoas selecionadas da plateia no início do espetáculo.

Para maiores informações & reservas  ligue: (11) 2294-7140 - E-mail: cinthetur@cinthetur.com.br

DIA: 22/07/2018 – DOMINGO

TEATRO: TUCA

LOCAL:– R. Monte Alegre, 1024 - Perdizes

VALOR: R$ 120,00

INCLUI: Ingresso + Van

SOBRE O ESPETÁCULO.

Jô Soares volta aos palcos, comemorando seus 80 anos, como juiz do Tribunal do Júri, em espetáculo cujo nome coincide com sua data de nascimento e que conta com participação de 12 pessoas da plateia no Conselho de Sentença.

A Noite de 16 de Janeiro, da filósofa russo-americana Ayn Rand, é uma peça que se passa em 1934 e encena o julgamento de um homicídio. O Tribunal do Júri é apresentado ao caso de Andrea Karen, ex-secretária e amante do empresário Bjorn Faulkner, acusada de seu assassinato. A peça não retrata, de forma direta ou sequencial, os eventos que levaram à morte do empresário. Ao invés disso, os jurados e a plateia devem confiar nos testemunhos das personagens para decidir se Andrea Karen é culpada ou inocente. O final do espetáculo dependerá deste veredicto. Há duas possibilidades de final: Andrea Karen é considerada culpada ou absolvida, conforme decisão do Conselho de Sentença formado por 12 pessoas selecionadas da plateia no início do espetáculo.

Texto: Ayn Rand

Tradução: Jô Soares e Matinas Suzuki Jr

Direção: Jô Soares

Elenco: Cassio Scapin, Erica Montanheiro, Felipe Palhares, Giovani Tozi, Guta Ruiz, Jô Soares, Luciano Schwab, Kiko Bertholini, Marco Antônio Pâmio, Mariana Melgaço, Milton Levy, Nicolas Trevijano, Norival Rizzo, Paulo Marcos, Ricardo Gelli e Tuna Dwek

Teatros e Shows direcionados ao público de Terceira Idade (à partir de 60 anos ou Aposentados), pois os ingressos são de meia entrada, c/ Van inclusa para traslados residência / evento / residência, dos bairros Vila Formosa, Vila Carrão, Tatuapé, Mooca e Belém.

*Valores e disponibilidade sujeitos a alteração sem aviso prévio*

Para maiores informações & reservas  ligue: (11) 2294-7140 - E-mail: cinthetur@cinthetur.com.br